fbpx

Pela primeira vez em semanas, O Monte do Templo reabre para judeus

Pela primeira vez em mais de um mês, os judeus tiveram permissão para visitar o local mais sagrado do judaísmo após uma guerra de 11 dias com o Hamas.

Israel reabriu o Monte do Templo aos judeus pela primeira vez em semanas na manhã de domingo, com dezenas de judeus sendo autorizados a visitar o local.

O Monte do Templo está fechado para visitantes judeus desde 12 de abril, primeiro dia do mês sagrado islâmico do Ramadã. O governo e a polícia também decidiram manter a montanha, o local mais sagrado do judaísmo, fechada para os judeus no Dia de Jerusalém, 10 de maio, enquanto a polícia entrava em confronto com manifestantes árabes no local.

O Dia de Jerusalém também marcou o início do recente surto com a organização terrorista Hamas em Gaza, que lançou sete foguetes em Jerusalém naquele dia antes de iniciar uma barragem de 11 dias de mais de 4.000 foguetes no sul e centro de Israel.

A liderança das organizações do Monte do Templo saudou a decisão de retomar as visitas judaicas ao Monte do Templo.

Assaf Fried, um porta-voz da sede da Organização do Templo, pediu ao governo israelense que “neutralize o foco do surto de terrorismo, movendo as mesquitas do Monte do Templo para a Arábia Saudita. Ou para qualquer outro país árabe em busca de paz”.

A liderança também agradeceu “ao primeiro-ministro e ao Ministro da Segurança Interna, à Polícia de Jerusalém e especialmente ao comandante distrital Doron Turgeman pelos muitos esforços que fizeram dentro e fora do Monte do Templo nas últimas semanas, que hoje permitiram sua reabertura aos judeus . “

Fonte: https://www.israelnationalnews.com

Créditos: Duna Press

Comente este artigo

Pesquise por um curso